cicloturismo, trilhas, bike, roles de bike, viagem de bike

#33 Route 66 13/10Peach Spring – Oatman 

Por : Cacá em : 18/10/2016

#33 Route 66 13/10Peach Spring – Oatman 

#33 Route 66 13/10Peach Spring – Oatman 
À noite foi quente no início, mas de manhã estava 9 graus. Foi mais um dia difícil pra começar a pedalar. Mas segui em direção a Kingman. Foram 80 km até lá. A estrada estava linda. Uma reta infinita no horizonte. No final já estava bem cansada. Paramos em um K Marketing pra fazermos um super. Esta é a última cidade grande até Needles. E depois teremos um longo trecho até Barstow, não sei o que tem no caminho. Então é melhor nos prevenirmos pra não faltar nada. 

Pronto, agora temos tudo por mais uns 5 dias. Sabe o que me irrita, gente que finge que ajuda. É foda! Não vou falar mais nada. Hahaha 🙄

Parei pra abastecer o RV também. E aproveitei pra conversar com o Imran. Queria mais detalhes da rota de hoje. Fiquei super animada, já que passei a manhã super tensa por conta da minha blocagem que abriu do nada, deixou a roda solta e fechou novamente. Esquisitinho no mínimo. Em cinco anos que eu pedalo isso nunca aconteceu. Mas já pensei a manhã toda sobre isso e a minha energia foi toda consumida. Só se reabasteceu quando falei com o Imran, então vamos abstrair ok?!

Bom, ele disse que a estrada que eu ia pegar era linda, era um pedaço incrível da Route 66. Como estava sem internet ontem, achei que o caminho fosse outro, mas eu ia seguir o dele de qualquer jeito. Ou seja, pode parecer, mas não estou perdida. Mas foi ótimo falar com ele. A energia é sempre positiva. Aiiii… Eu amo ele, sabia?! Mesmo sem conhecê-lo pessoalmente. Ele é demais. Sou fãnzona. Hahaha É um grande ser humano e tem sido um grande amigo e anjo guia da Route 66. Ele conseguiu mudar meu humor e minha energia. Tem dias que me sinto tão contaminada que não me reconheço. Talvez seja esse o aprendizado da rota. Trabalhar minha inteligência emocional. Eu juro que to tentando. Sou super critica comigo mesma e quero evoluir como ser humano, sempre.

Meu almoço foi frango com um tipo de batata doce que tem aqui. Ela é laranja, tem sabor parecido com a nossa e eu adorei. 

Depois de descansar por 20 minutos, segui alguns quilômetros pela interestadual 40. Foi tenso sair de Kingman, mas depois aliviou. Em poucos quilômetros já estava na Oatman Road…que estrada linda. Logo já estava dançando e cantando em cima da bike. 

Os meninos se perderam de mim. Não me viram entrar à direita e olha que eu avisei. E eu pensando que eles prestam atenção em mim, ou que estão cuidando de mim! Imagina!!. Hahaha. Ok. Mas eu não parei. Deixei eles se virarem. Não é possível, dois homens em um RV perder uma ciclista!! Hahaha 😂 

Deixa pra lá …

A estrada era exatamente como o Imran falou, silenciosa e incrível. Só não contou que no final subia bastante. 

Cada vez que eu olhava pra trás era uma supresa maravilhosa. E quanto mais eu subia…ai, a lua apareceu!! Que linda. E no final da primeira subida um bar estilo Route 66, mas não estava aberto. Mas parei pra dar uma olhada. Que incrível esse cenário todo! Até assinei nas plaquinhas. Mas tem que pagar ok?! 

Não tinha ninguém. Mas tinha varias coisas, pedras, esqueleto de cactos e várias outras velharias. E aí se você quiser é só escolher e deixar o dinheiro em uma caixa com cadeado. Muito louco!! No Brasil não funcionaria de jeito nenhum, muito corruptos. Hahaha

Continuei a subir, subi sem parar. Meu Deus o Imran não tinha me contado sobre essa parte de “subir” 😖 mas ok. Fui que fui. Sem parar… Tá bom, parei pra fazer uns Snaps e algumas outras com a GoPro. Merecia. A lua quase cheia e o sol se pondo, tava maravilhoso. Depois de subir o que podia… Aquela vista e a luz do sol se pondo no horizonte, foi mágico. Desci toda a montanha no escuro. Com a luz do RV e da lanterna do Gabriel, que veio pedalar junto. Ele comprou uma MTB, Mountain Bike, em Flagstaff. 

A descida também foi incrível…até Oatman, uma cidade bem peculiar, pena que quando cheguei já estava escuro, mas o que vi foi suficiente pra saber que amanhã antes de partir tenho muito pra filmar e contar pra vocês. 

Um senhor veio conversar assim que chegamos, disse que ele é o rei o churrasco por aqui, pena que justo hoje não tinha. Nos deu uma cerveja e ficou falando de outros ciclistas competidores e tal… Figura da cidade. Estava dirigindo um bugie e seu dog ia bem feliz ao lado dele. 

Dei uma passada no pool hall da cidade, mas juro que foi só pra obter mais informações sobre as redondezas 🙄. E não é que foi produtivo. O casal que estava lá me contou que a cidade vivia da extração de ouro no ano de 1918 e que com a Route 66 o movimento só aumentou, mas aí…pra variar quando a interestadual 40 chegou desviando a cidade, tudo desmoronou. Ahhh e que tem os burros selvagens, que durante o dia vem pra cidade e depois retornam para os campos. Amanhã quero ver. Tomei um vinho e fui jantar com os meninos. 

Boa noite! 😘

  • CATEGORIAS :
  • Route 66
  • /
  • #33 Route 66 13/10Peach Spring – Oatman 

POSTS RELACIONADOS

Chapada Diamantina – Cap. 6
Chapada Diamantina – Cap.5
Teaser II – A Legendária Route 66 de Bike
Chapada Diamantina – Cap.4